Arquivo da tag: CERTIDÃO

FAZ CARA DE PAISAGEM, QUE VAI DAR CERTO

Paisagem 2            Verdade seja dita: tá pra nascer o dia em que uma viagem minha vai acontecer sem que passemos por fortes emoções. Obviamente que a mais recente não poderia ter sido diferente.

Bom, antes de contar o episódio, é importante fazer um prelúdio, relatando um fato anterior, mais pra frente vocês entenderão o porquê.

Numa das vezes em que fomos ao Maranhão, para o casamento de um primo e uma prima, houve a maior confusão no check-in, pois, ao chegarmos ao balcão (eu, minha esposa e os dois pequenos), o atendente solicitou as certidões de nascimento. Prontamente entregamos cópias, autenticadas e devidamente emplastificadas, o que todo mundo sabe que tem, para nós, validade indiscutível.

Pois bem, o distinto senhor, acho que por ter tido que acordar muito cedo para estar ali, já que o voo era em tarifa promocional e naqueles horários do bacurau, bateu o pé e disse que não embarcaríamos, já que, para ele, contrariando o senso comum, as xerox de nada valiam, ele queria mesmo eram as originais. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas do GUS